Home / Destaque / Bolsonaro orientou Fabrício Queiroz a faltar depoimento no MP, relata jornalista em livro

Bolsonaro orientou Fabrício Queiroz a faltar depoimento no MP, relata jornalista em livro

O ex-motorista Fabrício Queiroz, um dos principais implicados no escândalo envolvendo rachadinhas e funcionários fantasmas no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, foi orientado pelo presidente Jair Bolsonaro a faltar um depoimento no Ministério Público do Rio. De acordo com informações da coluna de Guilherme Amado, na revista Época, a informação está no livro “Tormenta – O governo Bolsonaro: crises, intrigas e segredos”, de autoria da jornalista Thaís Oyama, que tem lançamento previsto para a próxima segunda-feira (20). Na obra, a repórter conta que os advogados de Bolsonaro e Queiroz combinaram de o ex-motorista comparecer ao interrogatório em dezembro de 2018 e dizer que não poderia falar até que sua defesa tivesse acesso ao processo. Por ordem de Bolsonaro, ele destacaria ainda que a família do presidente recém-eleito não tinha relação com o caso. Ainda segundo publicação, a iniciativa tinha como objetivo evitar que Queiroz não levasse fama de fujão e também blindar a imagem de Jair e Flávio Bolsonaro. O plano teria sido abortado dois dias antes do depoimento, por ordem do próprio Bolsonaro, que foi convencido por um advogado amigo de que a estratégia mais eficiente para abafar a história seria levar o caso ao Supremo Tribunal Federal (STF). De fato, o caso foi ao STF, onde a defesa de Flávio conseguiu uma liminar de Dias Toffoli para paralisar por um tempo as investigações.

Veja Também

ITABUNA: PREFEITO FERNANDO GOMES PODERÁ ANUNCIAR SEU NOVO PARTIDO NA PRÓXIMA SEMANA

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (sem partido) poderá anunciar na próxima semana seu novo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *