Home / Destaque / Aras desconhece caso de afastamento de promotora do MP-RJ que apoiou Bolsonaro

Aras desconhece caso de afastamento de promotora do MP-RJ que apoiou Bolsonaro

O procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, disse nesta sexta-feira (1º) desconhecer o fato do afastamento da promotora do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) das investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.  A própria promotora Carmen Eliza Bastos pediu para sair após a repercussão dos posts em redes sociais em que aparece apoiando a candidatura à presidência de Jair Bolsonaro (PSL).   “Não tenho conhecimento do fato. Passei o dia todo viajando. Sei apenas que o MP-RJ promoveu uma perícia profunda através do Gaeco, do qual resultou a prova de que o presidente não participou das comunicações entre porteiro, motorista e Ronnie Lessa”, disse Aras.

Veja Também

ITAPÉ: PRESIDENTE DA CÂMARA NÃO CONVOCA SUPLENTE PARA ASSUMIR MANDATO E CAUSA DESCONFORTO

A política de Itapé ganhou mais um capítulo inusitado nesta segunda-feira, 12. Outra confusão envolvendo ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *