Home / Destaque / DPU fecha postos no interior da Bahia; medida é parte do contigenciamento

DPU fecha postos no interior da Bahia; medida é parte do contigenciamento

A Defensoria Pública da União (DPU) vai encerrar o funcionamento das três unidades do interior da Bahia. As cidades de Juazeiro, Feira de Santana e Vitória da Conquista não terão mais as atividades da DPU, e o atendimento ficará restrito a Salvador.  O fechamento das unidades é parte do plano emergencial que vai ser executado, caso a instituição, que é autônoma, não consiga reverter decisão do Poder Executivo, que estabeleceu a data de 27 de julho de 2019 como prazo final para devolução dos 828 servidores em atuação no órgão. Os requisitados, como são chamados, representam 63% da força de trabalho administrativa nas 70 unidades da DPU pelo Brasil.   A Defensoria depende agora de edição de uma medida provisória que estenda a permanência dos servidores na instituição ao menos até a aprovação do Projeto de Lei 7.922/2014 no Congresso Nacional, que prevê a criação da carreira administrativa da DPU, mas que até hoje não foi apreciado em Plenário na Câmara dos Deputados.   Em 23 de maio, a DPU enviou ofício à Casa Civil da Presidência da República demonstrando a urgência e relevância da situação, com o intuito de garantir solução política para a questão por meio de MP.   A DPU foi criada em 1995 em carácter emergencial e provisório. Desde então, depende dos servidores requisitados para funcionar. Além dos 645 defensores públicos federais, a DPU conta com 487 cargos providos oriundos do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE), servidores públicos federais que fizeram concurso específico para o órgão. 

Veja Também

ITAJUÍPE: PREFEITO MARCONE AMARAL ESCLARECE SOBRE PROVÁVEL CANDIDATURA A PREFEITO DE ITABUNA

O Prefeito Marcone Amaral(PSD) disse em nota que agradece o reconhecimento do trabalho que está ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *