Home / Destaque / Dodge alerta que decisão do STF sobre indulto de Temer ‘é retrocesso’ no combate à corrupção

Dodge alerta que decisão do STF sobre indulto de Temer ‘é retrocesso’ no combate à corrupção

A Procuradoria-Geral da República (PGR) avalia como “preocupante” a decisão, desta quinta-feira (9), do Supremo Tribuna Federal (STF), que declarou a constitucionalidade do decreto de indulto natalino de 2017.  Assinado pelo ex-presidente Michel Temer, o Decreto 9.246 dá perdão e redução de penas a condenados. Por 7 votos a 4, a Corte julgou improcedente ação direta de inconstitucionalidade (ADI) 5.874, ajuizada pela procuradora-geral, Raquel Dodge, em dezembro de 2017, logo após a edição do decreto. Para Raquel ao jornal Estadão, a decisão “representa um retrocesso no combate a crimes, incluindo corrupção e crimes de colarinho branco”. “A competência constitucional para indultar não confere ao Presidente da República a prerrogativa de suprimir injustificadamente condenações penais”, advertiu.

Veja Também

URUÇUCA: PREFEITURA ESCLARECE SOBRE TELHADO DO MERCADO MUNICIPAL

A Prefeitura de Urucuca, por meio da Assessoria de Comunicação, esclarece que a situação do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *