Home / Destaque / Pena de mulher que esquartejou herdeiro da Yoki é reduzida pelo STJ

Pena de mulher que esquartejou herdeiro da Yoki é reduzida pelo STJ

O Superior Tribunal de Justiça reduziu, nesta sexta-feira (22), a pena de Elize Matsunaga. Ela foi condenada por matar e esquartejar seu marido, Marcos Matsunaga, ex-dono da Yoki, em São Paulo. Agora, Elize terá que cumprir 16 anos e três meses de prisão.   Segundo informações do G1, a 5ª turma do STJ     atendeu ao pedido da defesa alegando que a ré confessou o assassinato e escondeu o corpo. Elize afirmou ter atirado na cabeça do marido após ter sido agredida por ele. O corpo foi cortado, e os pedaços espalhados em sacos na mata.   Em 2016, a mulher tinha sido condenada à 19 anos, 11 meses e um dia por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Depois a pena foi diminuida para 18 anos e 9 meses, e agora será de 16 anos e 3 meses.    

Veja Também

PRESIDENTE DA ALBA, NELSON LEAL VISITA HOSPITAL CRISTO REDENTOR EM ITAPETINGA

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia – ALBA, o deputado estadual Nelson ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *