Home / Esportes / Técnico do Conquista reclama de gol anulado e projeta decisão: ‘Não vamos ser covardes’

Técnico do Conquista reclama de gol anulado e projeta decisão: ‘Não vamos ser covardes’

O técnico Elias Borges foi mais um integrante do Vitória da Conquista a engrossar o coro contra o gol anulado pela arbitragem aos 45 minutos do segundo tempo. O tento seria o da virada, mas o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Baiano entre o Bode e Bahia de Feira, terminou no empate em 1 a 1, na noite da última quarta-feira (20), no Estádio Lomanto Júnior.   “Até agora eu não posso dizer se foi ou não impedimento, mas quem estava vendo pela televisão, a princípio, disse que o gol foi legal, às vezes daí a pouco até a própria pessoa fala que não foi. Quem tem que ter dúvida é a gente que está na beira do campo com outra visão, mas da televisão não pode ter dúvida. Você falar que foi e depois não, mas na realidade está mais para ter sido gol legal do que não. Então, entendo que se tivesse que ter um vencedor seria o Vitória da Conquista”, afirmou o comandante do Bode em entrevista ao Bahia Notícias.   O placar de empate deixou o confronto em aberto entre Vitória da Conquista e Bahia de feira na briga por uma vaga na final do Baianão. O jogo de volta está marcado para o próximo dia 31, às 16h, na Arena Cajueiro, e quem vencer avança de fase. Uma nova igualdade no marcador leva a decisão para os pênaltis. Apesar de atuar longe dos seus domínios, Elias Borges disse que seu time não vai se acovardar e vai partir para cima do Tremendão.   “Manter a mesma maneira que jogamos aqui, partir para frente sem ter medo. A gente não vai chegar aqui, porque estamos jogando dentro de casa, e quando jogar fora de casa recuar o time. Eu nunca fiz isso e nem vou fazer nesse jogo. A gente vai propor o jogo também, vai querer surpreender o adversário e fazer um gol lá dentro. Não vou ficar defendendo, defendendo, esperar tomar um gol para reagir, isso eu não vou fazer. Não vou botar o time para ser covarde de jeito nenhum! Vou propor o jogo, vamos jogar e acho que a responsabilidade hoje é toda do Bahia de Feira pelo fato de jogar em casa. Nós vamos lá como franco-atirador para cima deles”, projetou.   Elias Borges ainda comentou outro lance que gerou certa polêmica. Após fazer boa jogada, Gustavo Almeida recebeu um empurrão e depois foi derrubado na grande área e o árbitro assinalou o pênalti a favor do Vitória da Conquista. Na cobrança, Arthur Caculé deixou tudo igual no placar aos 30 minutos do segundo tempo.   “Ali nosso jogador foi atropelado. Eu vi hoje de manhã na televisão, o cara de fora da área dá um empurrão no nosso jogador por trás, ele ainda tenta ganhar o lance da bola e chega lá na frente o cara se bate. Se o cara não se bate, logicamente que ele ia dentro do gol com a bola. Então não tem como. Um empurrou e o outro trombou pela frente, está bem claro. O empurrão foi fora, mas o choque, que ele levou já desequilibrado, foi dentro. Eu quero que meu time ganhe justamente, agora não quero que seja prejudicado também. Mas eu não vi nada de anormal. Agora, o lance do segundo gol é que fica uma enorme interrogação e nesse frigir dos ovos o grande prejudicado é o Vitória da Conquista”, disse.   Deixando as reclamações contra a arbitragem de lado, Elias Borges elogiou a atuação da sua equipe. Ele ficou satisfeito com o time que mesmo sofrendo um gol aos quatro minutos de jogo, não se desesperou e manteve a organização partindo para cima do Tremendão.   “Tomamos um gol inesperado no início, mas não tivemos problemas de desequilíbrio nem na parte tática e na emocional. Soubemos conduzir o jogo, dominar o adversário por toda a partida, buscado sempre o gol para empatar e encontramos uma equipe bem postada defensivamente. Mas quem propôs o jogo durante os 90 minutos foi o Vitória da Conquista. Nós achamos esse gol aos 30 minutos já do segundo tempo, mas mesmo antes no primeiro tempo, tivemos chances, chutes de fora da área e bons ataques que poderiam ser transformados em gols. E no segundo tempo a gente empatou e tivemos chance de virar”, analisou.

Veja Também

Ex-Bahia, Bebeto espera fazer grande temporada com o Marítimo em Portugal

Revelado na base do Bahia, o lateral-direito Bebeto hoje atua no Marítimo, de Portugal. Em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *