Home / Destaque / Juazeiro: Desembargador reforma sentença e condena ex-prefeito por contratação ilegal

Juazeiro: Desembargador reforma sentença e condena ex-prefeito por contratação ilegal

O ex-prefeito de Juazeiro, no Sertão do São Francisco, Isaac Carvalho, teve novo revés na Justiça. É que o desembargador José Cícero Landin Neto reformou uma sentença de 1° grau na qual foram afastadas penalidades administrativas ao ex-gestor. Assim, Carvalho volta a ser sentenciado por improbidade administrativa [crime contra a administração pública], tendo os direitos políticos suspensos por três anos, além de pagar multa equivalente a 12 vezes o salário de prefeito à época dos fatos.   A medida do desembargador, publicada nesta quinta-feira (7), atende a pedido da promotora Andréa Mendonça da Costa. O caso em questão se refere à acusação de que o ex-gestor contratou, sem concurso público, um total de 1.049 servidores quando administrou a cidade. O ex-gestor, que obteve votação para se tornar deputado federal, não assumiu o mandato em Brasília devido à condenação por segunda instância [Lei da Ficha Limpa].   Em maio de 2016, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou a pena de cinco anos de suspensão dos direitos políticos. A acusação é que o ex-administrador teria desviado R$ 111,9 milhões da Lei Orçamentária de Juazeiro, em 2009 (ver aqui).

Veja Também

ILHÉUS: COMERCIANTES ELOGIAM FIM DOS PROBLEMAS CRÔNICOS DE ALAGAMENTO NO CENTRO

Um conjunto de obras de drenagem com o objetivo de desobstruir e recuperar as redes ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *