Home / Destaque / ITABUNA: GRUPO PRETENDE ENTRAR NO PSOL “PARA MUDAR A CARA DO PARTIDO E A LÓGICA DA CIDADE”

ITABUNA: GRUPO PRETENDE ENTRAR NO PSOL “PARA MUDAR A CARA DO PARTIDO E A LÓGICA DA CIDADE”

Um grupo formado por pessoas de diversos segmentos da sociedade, juntamente com novos e antigos militantes do PSOL em Itabuna, após intensos debates a respeito da situação do partido e levando em consideração o momento que a cidade passa, decidiram lançar uma tendência local dentro da sigla partidária. O coletivo, que já possui uma militância atuante, principalmente, na educação, cultura, transporte público, saúde e comunicação, faz um chamado à população a se integrar ao processo, e comunica que tem a previsão de se lançar em ato público nos próximos meses.

Davidson Brito, jovem militante dos movimentos sociais, explica que essa corrente interna será, sobretudo, uma ferramenta a disposição para mudar a lógica na qual Itabuna tem sido tocada. E para isso, acredita ser necessário que o PSOL na cidade se torne o “importante instrumento que é nacionalmente”. “Construindo no dia dia, junto com as pessoas, um programa político que pense a cidade sob um novo olhar, das periferias ao centro e, acima de tudo, para muitos itabunenses.”

Brito afirma ainda, que a nova corrente tem refletido sobre as eleições municipais, mas acredita que 2020 tem por obrigação ser o resultado de uma retomada do partido em Itabuna, ainda esse ano. “É preciso renovar e transformar a politica na região, e a única forma é com independência, democracia e transparência, para não cairmos nas mesmas conversas de sempre, seja dos novos ou velhos coronéis, que ano após ano governam Itabuna e região de forma direta ou indireta .”, finalizou.

O post ITABUNA: GRUPO PRETENDE ENTRAR NO PSOL “PARA MUDAR A CARA DO PARTIDO E A LÓGICA DA CIDADE” apareceu primeiro em Ipolitica.

Veja Também

Pesquisa do CNJ revela que magistrados são cautelosos em publicações em redes sociais

Uma pesquisa realizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revela que os magistrados usam as ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *